Sites Grátis no Comunidades.net




ONLINE
1








 DE TUDO UM POUCO 
Atualidades

GE - Atualidades 2º Semestre

 

EUA

Barack Obama - 2008 -> 69% de aprovação -> herdou a crise econômica de 2008 e duas guerras.

                      -2012 -> 47% de Aprovação

- não participou das primárias,pois era o único candidato do patido democrata.

- EUA - única super potência econômica (14,6 Trilhões U$ de PIB) e militar (700 bilhões de U$ de investimentos anuais correspondendo a 41% do investimento mundial no setor).

 

- grande número de guerras recentes - Guerra do Folfo (90-91)

                                                      - Kosovo (99)

                                                      - Guerra do Afeganistão (2001-?)

                                                      - Guerra do Iraque (2003-2011)

 

 

- Doutrina Bush - 2 Medidas

- Unilateralismo - Não busca consentimento de organizações multilaterais como Onu e Otan.

-Ataques Preventivo - atacar qualquer ameaça mesmo sem ataque prévio.

 

- Obama continuou o combate ao terror iniciado por Bush ( Presidente da Guerra - Guerra contra o terror - Eixo do Mal -> Coreia do Norte,Irã e Iraque).Entretanto busca a diplomacia,o multilateralismo e o uso de novas tecnologias como Drones e Espionagem. Obama retirou as tropas americanas do Iraque em dezembro de 2011 e pretende retirar do Afeganistão e 2014. Além do Obamacare aprovado pelo Suprema Corte, outro grande feito de Obama foi a execução de Osama Bin Laden em 2011 no Paquistão.

- Pacífico -> Obama tem iniciado uma removimentação das tropas deslocando navios para o pacífico sendo uma forma de manter sua presença na área devido ao crescente investimento chinês no setor militar. Para manter sua influência tem se relacionado com Taiwan, Filipinas e Vietnã.a na

 

- Crise Econômica

 A solução da crise tem visões diferentes para os partidos americanos, mas ambos concordam com a redução dos gastos militares em até 500 Bilhões de U$.

- Democratas - O partido de Obama tem como solução para crise manter os gastos sociais como o Medicare, o Medicaid e o Obamacare  sendo o primeiro o sistema de saúde para pessoas idosas, o segundo para os de baixa renda e o terceiro o grande feito de Obama que mesmo tendo minoria no congresso conseguiu aprovar o sistema de saúde para pessoas que nem se encaixam nos outros sistemas de saúde e não possuem planos de saúde o que afeta 32 milhões de pessoas. Além disso defendem um aumento nos impostos da classe mais rica. Os democratasposuem o apoio da classe média que é a mais instruída sem ser beneficiada pela elite, os jovens e os excluídos socialmente como negros e latinos.

- Republicanos - O partido do ex- governador de Massachusetts e atual candidato do partido visa a redução dos gastos sociais, a extinção do Obamacare e a redução dos impostos da elite. Tem apoio dos ruralistas.

 

- Como a eleição nos EUA é indireto e o número de delegados são um total de 538, para se tornar presidente  o candidato deve alcançar no mínimo 270. A área de destaque de Obama é a costa Leste ( Washington, Nova Iorque, etc) e a costa Oeste (Califórnia) enquanto que Mitch Romney tem o destaque na costa sul e centro oeste.

 

Tensão Nuclear

- 5 Países são os originais a possuírem bomba atomica antes do TNP (Tratado de Não Proliferação de 1957) e são esses mesmo 5 que possuem uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU - China, Rússia, EUA, Reino Unido e França.

- Isto promoveu uma divisão política onde de um lado está os 5 países que podem possuir e investir no setor atômicoe as demais nações que podem investir e pesquisar apenas no ramo pacífico nuclear.

-Um conflito vem de países que adquiriram bombas atômicas pós 1957 como Coreia do Norte, Israel, Índia e Paquistão onde estes 2 últimos não assinaram o TNP e ainda disputam a questão da Caxemira.

- Em 1997 foi criado o Protocolo Adicional onde os membros  de uma agência nuclear associada a ONU poderia fiscalizar os países detentores de tecnologia sem aviso prévio para analisar o enriquecimento do Urânio se erapara fins pacíficos ( enriquecimento até 20% ) ou militar ( enriquecimento acima dos 90%). O Brasil e o Irã embora signatários do TNP não aceitaram o protocolo, pois agredia a soberania nacional do país.

 

Questão do Irã

 

- O conflito deve a instabilidade política do Irã que não aceita a existência do Estado de Israel e apoia grupos fundamentalistas como o Hezbolah ( partido de deus) e o Hamas. A questão se agravou depois que o Irã mudou seu complexo nuclear para o subterrâneo ficando escondido dos olhos do Ocidente. O governo Iraniano afirma desenvolver apenas tecnologia pacífica, mas mesmo assim sofre de várias sanções economicas e se sente ameaçado por Israel possuir armamento nuclear. No segundo semestre de 2011 a tensão aumentou, pois além de mudar seu complexo o Irã anunciou que triplicou sua capacidade de enriquecimento o que resultou em novas sanções. Em resposta o Irã ameaçou fechar o estrito de Ormuz onde passam 40% dos petroleiros do mundo no Golfo Pérsico.

- Na década de 1960 o Irã assinou o TNP e era aliado dos EUA, mas a partir de 1979 com a revolução irania a a instauração de um teocracia os conflitos se iniciaram.

 

Questão da Coreia do Norte

 

- Iniciou seu desenvolvimento nuclear na década de 1950 e era signtário do TNP, mas em 2003 afirmou não ser mais. Em 2005 afirmou possuir armamento nuclear e em 2006 e 2009 realizou testes nucleares subterrâneos mesmo contra a vontade das outras nações.

Em 2011 porém o presidente morreu sucedendo-o seu filho Kim Jong Un que mantm o presidente morreu sucedendo-o seu filho Kim Jong Un que mantém o sistema nuclear, mas afirma que está disposto a negociações e que só se livrará dos armamentos assim posteriormente a tais acordos. A coreia do Norte também sofre várias sanções.es.

Em 2011 por

 

OBS  Israel,India, Paquistão e Coreia do Norte são as nações com armamentos nucleares,mas não signatários da TNP.

 

 

 

 

Primavera Árabe

 

 

 

- Teve início no começo de 2011 que entre o período de janeiroa fevereiro já tinha deposto os líderes da Tunísia (Ben Ali) e do Egito (Hosni Mubarack). A partir de então a revolta se espalhou pelo mundo árabe atingindo a Líbia, Síria, Iemen, Arábia Saudita, Barhein.

 

- As revoltas tiveram por estopim a crise econômica de 2008 que somadando os desempregos e dificuldades geradas com a insatisfação da autocracia dos governos explodiram as revoltas iniciadas por jovens através das redes sociais. Desde então o governante do Iemen (Ali Abdulah Salleh) abandonou o governo e o da Líbia (Kadafi) após tentativas de se manter acabou sendo executada pelas forças rebeldes.

 

- O atual foco hoje centra-se na Síria que vive com o regime desde 1970 quando o pai de Bashar Al Assad tomou o governo e fixou-se através de uma forte associação com os militares. Assad pertence a um grupo de xiitas denominados aluítas (10%) mas que para ganhar adesão da população  na época do golpe aderiu medida favorecendo os sunitas que contituem a elite síria e formou um regime laico. Porém a situação saiu fora de controle com o início do movimento armado após a saída de membros do exército que passaram a constituir a oposição armada. Desde então (julho 2011) iniciou-se uma guerra civil com mais de 14 mil mortos e 30 mil refugiados na Turquia. 

 

 

 

- A situação chegou a tal ponto sem uma interferencia de organizações multilaterais, pois a Síria possuí laços com o Irã e com o Hezbollah no Líbano formando um arco xiita em oposiçãoa Israel e aos sunitas.Outro conflito é  a presença que a Rússia tenta em manter na região se opondo a uma interferência militar ao lado da China não havendo um consenso no Conselho de Segurança. Outro fato interessante é que o conflito passou a ser uma guerra sectária ( guerra entre etnias ou religiões) havendo massacres por parte de milícias paramilitares aluítas  a favor do governo.

 

- Entretanto os fatos ocorridos na região podem alcançar um limiar superior, pois a Rússia vende armas para o governo sírio mesmo contra a opnião internacional e a Turquia oferece suporte ao ELS (exército livre da síria). Um exemplo do que pode ocorrer é o abatimento de um caça turco pelas forças sírias no mediterrâneo e a movimentação de tropas turcas para a fronteira. 

 

 

 

* Egito = o atual problema do Egito centra-se nos militares que não abandoram totalmente o poder e pelo contrário chegaram a fechar o Parlamento e limitar o poder do presidente, pois ambos tinham como maioria islâmistas que se propunham a usar a sharia ( forma de governo onde a constituição se baseia no Corão). A chamada Irmandade Muçulmana compõem o domínio na política. Desafiando o poder do exército, o novo presidente renomeou o Parlamento de maioria Islâmica, havendo certo Conflito entre o Exército (laico) e os governantes (islamicos).

 

* Líbia = Após a morte de Kadafi, a Líbia e a CNT (Conselho Nacional de Transição) enfrenta o maior problema nos katisbas, grupos locais armados que disputam poder entre si ameaçando a desestruturação nacional.

 

* Tunísia = primeiro páis a realizar as revoltas apresenta-se mais tranquilo, pois seu povo é mais homogeneo e educado, o que garantirá uma transição democrática mais suave com a formação de um estado laico ausente da sharia.

 

* Iemen = A preocupação do Iemen vem com o fato de haver fortes disputas entre as tribos e aos extremistas ao sul do país ligados a Al Qaeda, havendo participação dos EUA nos combates com o uso de drones. 

 

 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net